Para pensar: Padrões de Beleza

Modelos da Victoria's Secret

Vivemos em uma sociedade que impõe padrões de beleza irrealistas para a maioria das mulheres e as consequências que isso gera são incalculáveis. Antigamente, o conceito de beleza imposto era de mulheres robustas, com quadris largos, transparecendo saúde. A diva, ícone de beleza e sensualidade de sua época Marilyn Monroe usava manequim 44, como seria para ela viver nos dias de hoje? Será que teria toda aquela auto-estima? Porque hoje ela seria taxada de gordinha, não seria? 

Com o passar dos anos e surgimento de desfiles de moda e afins ser bonito se tornou ser extremamente magra, quase esquelética e em consequência, a obsessão de muitas meninas pelos padrões de beleza impostos levam a cirurgias plásticas, problemas psicológicos e até a doenças sérias, como distúrbios alimentares (anorexia e bulimia). O maior absurdo que vi a um tempo atrás foi um vídeo que mostrava meninas que comiam algodão, literalmente, para "forrar" o estômago como estratégia para emagrecer, vê se pode gente?! Eu fico triste por ver que tem meninas que chegam a um ponto tão extremo.

Ninguém precisa estar dentro dos padrões de beleza para ser feliz. A gente precisa mesmo é ser bonita para a gente, estar feliz com o nosso corpo. Se você acha que precisa perder uns kilinhos para se sentir melhor, faça por você e não pelos outros. Grande parte das meninas tem baixa auto-estima por se sentir muito diferente do que a mídia impõe ser bonito. 

Então, vamos imaginar se esse padrão imposto fosse diferente, se nas revistas e qualquer mídia trouxesse a nós mulheres reais, como aquele comercial da Dove. Se a gente abrisse uma revista e lá encontrasse gente como a gente, gente como a gente costuma ver na rua todos os dias, alguém consegue imaginar como seria?

O que é bonito para você? Acho que a gente teria muito mais liberdade para responder essa pergunta se o mundo fosse diferente. Acredito que se a gente não tivesse um conceito de beleza já imposto na sociedade, iríamos procurar o nosso.

Barbie Plus Size que gerou polêmica nas redes socias.

E se desde que éramos crianças tivéssemos Barbie plus size? Não como forma de inspiração para sermos gordinhas, mas sim pra nos mostrar que ser gordinha é normal, até porque o corpo da Barbie é inatingível. Será que não cresceríamos com uma imagem diferente de beleza? O problema não é sonhar em ter o corpo da Barbie, mas sim ficar infeliz por não ter aquele corpo.

A gente tem que se cuidar sim, mas temos que fazer o que nos faz sentir bem, aprender que muitas coisas estão aí a nosso favor, diminuir ou aumentar o peso através da alimentação saudável e exercícios físicos, aprender a minimizar uma imperfeição com maquiagem e até recorrer a uma cirurgia plástica em casos de você sentir-se muito mal com algo do seu corpo, acho que isso são coisas aceitáveis, desde que não vire obsessão. 
Campanha Dove "Beleza Real", contra os padrões de beleza.

Sabe aquela frase que diz "O que te faz bonita é seu sorriso, menina." Então, isso é verdade, nossa felicidade muda a forma como as pessoas nos veem e é por isso que dizem que beleza vem de dentro pra fora, o mais importante para nós mesmas é nos sentirmos bem, sejamos altas, baixas, gordas, magras, brancas, negras, com sardas, loiras, morenas, ruivas...


Siga o blog nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário