Diário de Cirurgia #5



Sábado 08/11 (14° dia de pós operatório): O dia foi tranquilo, sem muita novidade. Fiquei com fome na madruga, e aí qual a opção de lanche? Infelizmente, só sopa vono mesmo.

Link permanente da imagem incorporada

Domingo 09/11 (15° dia de pós operatório): Acordei com dor, mas tomei o anti-inflamatório e o tylenol e passou. Domingo pra mim é o pior dia, pois é dia de churrasco na minha casa e eu não posso comer, fiz questão de ficar na cama pra não ver ninguém comendo e nem sentir o cheiro de churras. Almocei sopa com massa fininha picada. Quando escovei os dentes, um ponto caiu, mas ele me avisou que os da frente ia cair sozinho, na verdade não sei de onde era esse, mas devia ser um dos que cairiam sozinho né kkk. Fazem duas semanas que só saí de casa pra ir pras consultas, estava surtando já e resolvi ir um pouco no sítio.

Link permanente da imagem incorporada

Li um pouco, caminhei, levei a Belinha pra brincar na grama, mas não posso pegar sol, então não fiquei muito tempo lá. Voltei com fome, mas to enjoada de tudo que tenho comido até agora e joguei no google pra ver se achava opção pra dieta líquida e pastosa. Tenho visto em vários blogs pessoas perdidas pedindo opções do que comer nessa situação, então resolvi deixar meus posts com mais informações, porque mais do que só contar como eu estou pra quem me acompanha aqui, eu quero, de alguma forma, ajudar quem também passa por um pós operatório assim. Vou mostrar o que eu tenho comido nesses dias:


Eu escolhi essa sopa da herbalife, porque acho ela mais gostosa do que a Vono, mas eu acabo comendo as duas. Tomo esse nescau da Dolce Gusto, sei que na embalagem diz pra fazer quente, mas nos primeiros dias fiz no modo gelado, porque não podia tomar quente. Esses dias estava com vontade de chocolate e fiz esse pudim:



Tentei comer gelatina nos primeiros dias e não deu certo, acabei não tentando comer mais. Ah, acho relevante eu falar, que no 3° dia (primeiro que comi) e seguintes eu me alimentava com essa seringa:


Colocava o suco, ou a água nela e era esse o único jeito de conseguir engolir algo. Os remédios também era desse jeito.

Além desses alimentos, eu comi:
caldo de feijão
purê da batata
sorvete (principalmente nos primeiros dias quando a dieta exigia líquidos gelados)
e agora nos últimos dias tenho incluído arroz (sem mastigar).

Outra coisa relevante pra falar aqui, o cirurgião receitou Bepantol pra mim passar nos lábios, mas minha prima sugeriu que eu usasse esse hidratante labial da La Roche Posay e gente, é muito melhor mesmo. O Bepantol era passado em mim pelos enfermeiros logo no primeiro dia lá no hospital, meu lábio tava inchado, rachado, machucado, mas eu não sentia (não sinto o inferior ainda), procuro mantê-los sempre hidratados e esse tem sido o melhor hidratante de lábios que já usei.



Voltando ao relato do dia, no fim da tarde minha tia (e vizinha) mandou umas coisitas para mim comer, fico feliz quando lembram de mim e to sofrendo por não poder comer quase nada hehe. Ambrosia e mousse de maracujá (óbvio que não comi tudo):



Segunda 10/11 (16° dia de pós operatório): Hoje comecei a fazer fisio, lembro quando eu quebrei o pé o quanto eu odiava fazer fisio, mas achei muito boa a sessão, ela usou um aparelho que dá tipo uns choquezinhos pra estimular a região, fez drenagem pra eliminar o edema, fez os exercícios que o cirurgião já tinha me passado pra recuperar os movimentos perdidos e fez uma estimulação com uma esponja no queixo onde perdi a sensibilidade. Eu tava com medo de sentir dor, mas não senti, foi bem agradável. Cada dia melhor, graças a Deus!

Post longo, mas como falei, quero deixar mais informativo pra quem vem aqui procurar dicas de como passar um pós operatório de cirurgia ortognática.


Caiu de paraquedas nesse post e não entendeu nada?
É um diário do pós operatório de cirurgia ortognática que fiz, explico mais aqui.


Siga o blog nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário